Esculturas

Esculturas

A percepção artística de Bruno Ribeiro concilia imagem e sentimento, realidade e imaginação , metáfora e o preto no branco -  A fotografia como representação da real, com o lirismo que muitas vezes também protesta.
Ao tempo em que nos expõe, ele desafia.
Como se nos  dissesse que a vida tem diversas camadas.
E uma dessas camadas que logo puxa  nosso olhar feito imã é a série GOLD LINE. Ela fala de raiz, semente, fruto,  e transparência. Tem origens filosóficas e históricas, extraída que foi da Idade do Ouro, de remoto tempo, primevo, cuja dimensão utópica carregava em seu cerne , entre todos os homens, a paz, o espírito de cooperação, a harmonia, a estabilidade emocional e a prosperidade.
A utopia como chave para possibilidades de felicidade como dom, não como conquista.
E o Bruno artista envereda pelo que foi dito por  Mahabharata, um hindu épico, sobre a era dourada, em que “não havia pobres e ricos, necessidade de trabalho, já que os objetivos eram supridos  pela força de vontade coletiva, coroada pelo abandono de desejos mundanos, materiais, sem doenças,  ódios ou vaidades; maus pensamentos, tristezas ou medos. A bem-aventurança suprema ao alcance de todos.”
Bruno Ribeiro debruçou-se sobre isso com pesquisas literárias e pictóricas, dissecando escolas, mas  buscando eximir-se de seus rigores, tentando libertar-se , mas criando um diálogo em que a apropriação da estética contemporânea, com signos e significados, se impusesse.
E cria suportes onde se sobressaem  esculturas e sentimentos, desenhos e pensamentos, dimensões e climas. Tudo interligado como caminhos de uma viagem ou pontes para buscas. Com a mais necessária ligação que o homem possa ter com terra, ar, fogo e água.
Nesse mergulho com alma desnuda o artista parece trazer luzes para o fato de que a cor dourada, normalmente  associada à prosperidade presente no trabalho tem muito mais riqueza na demonstração de que a grande força está nas boas relações e na paz de espirito.

Primeiramente veio a fotografia da série Gold Line, onde o artista modela manualmente fios de alumínio, em busca de formas e significados, as fotografias capturadas digitalmente em alta qualidade deram origem a série. Na sequencia nasceu a ideia de produzir esculturas com o material que aguçou sua criatividade, utilizando resina e aluminio surgiram a série de esculturas.